Superação: uma virtude que vivi pedalando no Atacama

Uma passagem comprada sem muito pensar (a vida precisa disso), estava de coração partido e resolvi pensar em outra coisa, como na vontade de conhecer o Chile e o deserto de San Pedro do Atacama. Só que muita água rolou até o dia do embarque. Uma reaproximação, mais uma passagem, vamos juntos. O clima de superação de quando eu ia só, permaneceu, era necessário conversar muito, trocar, abraçar a nossa história para seguirmos. E eu também estava disposta a encarar de coração mais aberto o espírito aventureiro do meu mais novo ex-namorido namorado. Assim seguimos, desbravando de bicicleta as belezas do Atacama,  omeçando pelo Valle de la Luna!

img_5353

Amei essa! Igreja de San Pedro do Atacama, no centro da cidade  🙂

Logo depois do café da manhã, fomos por nossa conta em risco – e assim conhecer as atrações com calma. Alugamos as bikes no próprio hostel por US$ 10, cada, o dia todo (muitas hospedagens oferecem o serviço, que também é achado facilmente no centro de Atacama). O desafio era grande para mim: pedalar do centro de San Pedro, passando pela estrada, e desbravar todo o Valle, o que equivale a, aproximadamente, 40 quilômetros. Parecia impossível, mas as surpresas do caminho ajudaram.

img_5812

Registro em parada de ônibus na estrada, fiquei ainda mais motivada. Chile é lindo

img_5824

Entrada do parque: U$4

Eu consegui, mesmo acima do peso, com preparo físico fraco e habilidade duvidosa com a “magrela”. Vá no seu tempo: pare, respire, encha o pulmão e o coração. Quando a gente acredita e permite ser envolvida pela energia do local, tudo é possível. E tá valendo também descer da bike e ir andando um pouco, principalmente nas subidas :). Prepare-se para a aventura. Não deixe de levar os acessórios dos amigos aventureiros: cadeado, bomba, colete, lanterna, capacete, protetor solar, boné, água e lanchinhos, não vi vendendo por lá e estamos falando do deserto mais árido do mundo. A primeira parada foi na Cueva de Sal, lugar pitoresco, em que caminha-se um pouco abaixado até encontrar a luz do outro lado :P.

caverna.png

O Valle de La Luna reserva uma paisagem com formações rochosas desenhadas pelos ventos e pela erosão, que formam esculturas e paredões espetaculares. Andamos cânions de sal, pedalamos até as Três Marias, subimos e descemos morros exuberantes… os cenários e as luminosidades são especiais, o passeio é gratidão na veia. O Atacama é imensidão, faz você ver, aprender, refletir e viver!

img_5910

tresmarias.png

Momento mais difícil do pedal: conseguir chegar na escultura natural Três Marias. Valeu a pena pela superação

A cada pedalada, as extensões de areia com a cor branca do sal encantavam-me, e a sensação de que estávamos em uma superfície lunar inspirava ainda mais a jornada.

IMG_6108.JPG

Encontro a felicidade plena no pôr do sol da Duna Mayor. É necessário deixar a bike e seguir  a pé a subida até a duna

É uma experiência única sentir e vivenciar tudo que o Valle de La Luna tem para proporcionar de bicicleta, acho que o Atacama tem esse gostinho de aventura, e vale a pena explorar roteiros não formatados. Depois do adeus ao sol, hora de suspirar fundo e encarar as pedaladas do retorno, apenas com a lanterna do capacete e a luz do luar. Nem eu sabia que tinha tanta coragem e disposição dentro de mim. Viva o Atacama!

De volta, a dica é repor todo o líquido perdido com as canecas de chopp de Kunstmann Torobayo estupidamente geladas do bar mais descolado do centro do Atacama, o Chelacabur. Não serve comida, mas você pode pedir na pizzaria delivery ao lado.

Está pensando em viajar para o Chile? Desbravar o Atacama? Quer mais dicas? Posso compartilhar com você, será um prazer!

Um comentário sobre “Superação: uma virtude que vivi pedalando no Atacama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s